Central Ópticas

QUANDO REALIZAR UMA CONSULTA?

  • by: admin
  • Maio 24, 2019

Vários são os sintomas associados à insuficiência visual ou a doenças oculares. O nosso corpo reage como um todo, e como tal não são só os sintomas diretamente relacionados com a visão nos levam a deduzir problemas oculares. Para além da consulta de rotina que aconselhamos a realizar no mínimo de 2 em 2 anos, há alguns sintomas que deve prestar atenção, e se tal acontecer devemos imediatamente dirigir-nos a uma consulta de optometria. Conheça alguns:

Dores de Cabeça

Dores de cabeça são o principal sintoma apresentado por pacientes quer em rastreio visual quer em consultas de optometria. Se possui dores de cabeça recorrentes na zona das têmporas (zona lateral da cabeça, junto aos olhos), na testa ou uma sensação de dor por trás dos olhos,  sobretudo ao final do dia, provavelmente está perante um problema visual, e está na altura de realizar uma consulta de visão!

Dor nos olhos ou cansaço ocular 

“Peso nos olhos” é o termo frequentemente usado pelos nossos pacientes. Este “peso” ou sensação de cansaço ocular é um sintoma comum a quem trabalha muitas horas, em particular com computadores ou outros dispositivos LED (leia mais sobre os perigos da luz dos ecrãs). Felizmente já possuímos tecnologia capaz de evitar estes sintomas, a lente com filtro de luz azul. Pequenas graduações não corrigidas com óculos ou lentes de contacto podem também estar na base deste “peso” ou dores de cabeça.

Olho seco ou irritado

Olho irritado, comichão, ardor ou sensação de possuir areias no olho são alguns dos sintomas relacionados pelos pacientes com olho seco. A origem deste problema está na produção deficitária de lágrima ou de produção de lágrima com propriedades desadequadas. Quando diagnosticado corretamente é facilmente tratável com a aplicação de “lágrima artificial”, sob a forma de gotas.

Visão Dupla 

A sensação de ver as imagens duplicadas ou com arrastões das formas é um sintoma de uma doença chamada diplopia. Pode ser uma consequência de doenças simples, facilmente corrigíveis, ou de doenças mais graves. Astigmatismo, estrabismo, cataratas ou degeneração macular são algumas das doenças relacionadas.

Perda de visão repentina, manchas ou sombras flutuantes 

Se ultimamente sentiu que por momentos perdeu a visão repentinamente, à semelhança de um clarão, sentiu manchas brancas ou flashes de luz ou até mesmo sombras ou pontos a levitar (“moscas volantes”), pode estar perante um problema um pouco mais grave. Pode tratar-se de um descolamento da retina. Neste caso podemos detetar o problema e encaminhamos o paciente de imediato para um oftalmologista.

Picadas no olho 

Picadas no olho são normalmente um sintoma relatado por pacientes com a pressão intra-ocular elevada. Esta pressão elevada pode levar à perda do campo visual, uma doença a que chamamos glaucoma, podendo levar mesmo à cegueira. Quando detetada precocemente esta doença pode ser controlada.

Visão nublada ou dificuldade de focagem

Já alguma vez se deparou com uma situação em que não reconheceu um amigo a passar do outro lado da rua? Ou com uma dificuldade em desvendar as letras do rodapé do telejornal? Ou mesmo dos dígitos do telemóvel e já precisou de o afastar para ver?

Se é o seu caso, e já corrigiu o problema com óculos ou lentes de contacto então sabe do que estamos a falar. Se ultimamente voltou a acontecer então está na altura de fazer uma nova consulta. Se é o seu caso, e ainda não corrigiu o problema de nenhuma forma, é este o momento para uma consulta de visão!

Faça connosco uma consulta gratuita! Marque já!