Catarata

Catarata

Catarata é o nome atribuído à diminuição de transparência do cristalino (lente que possuímos no olho).

Quando surgem cataratas as pessoas geralmente queixam-se de visão turva ou nevoeiro, como se estivessem a ver através de uma janela embaciada, pois o cristalino está opacificado e as imagens captadas pelo olho perdem nitidez e qualidade.

 

Importância da Catarata

A catarata deve-se, na maioria das vezes, ao envelhecimento do olho, no entanto pode ser encontrada em pessoas jovens e até podemos nascer com elas. 

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a catarata relacionada à idade é responsável por 48% da cegueira mundial, o que representa cerca de 18 mil milhões de pessoas. 

As cataratas são uma importante causa de baixa visão tanto nos países desenvolvidos como nos em desenvolvimento pois em muitos países, os serviços cirúrgicos são inadequados e as cataratas continuam a ser a principal causa de cegueira.

 

 Tipos de cataratas:

-A catarta Senil corresponde à catarata mais frequente pois é o resultado do envelhecimento decorrente nas proteínas do cristalino e ocorre após os 50 anos, sem nenhuma causa evidente.

-A catarata Congénita e infantil, que se apresenta ao nascimento (congénita) ou durante a infância. Tem uma incidência de 0.4%, isto é, quatro em cada recém-nascidos têm alguma forma de catarata (congénita), que na sua maioria não está associada à diminuição da visão.  No entanto, quando proporcionam diminuição da visão desde o nascimento as cataratas terão de ser removidas rapidamente devido ao risco de desenvolvimento de ambliopia.

– A catarata secundária aparece devido a vários fatores, tanto por doenças sistémicas (exemplo Diabetes Mellitus) tanto por oculares (glaucoma, uveíte, retinite pigmentar, deslocamento de retina etc).

-A catarata traumática ocorre após um traumatismo fechado ou aberto.

-A catarata tóxica é secundária a algum medicamento ou químico. Umas das substâncias em que a associação está bem estabelecida são os corticoides. Outros exemplos são a cloroquina, um agente antimalárico e algumas drogas utilizadas no tratamento quimioterapêutico entre outros.

 

Sinais e sintomas: 

Geralmente a catarata é bilateral, mas pode afetar apenas um olho ou ser predominante num olho, e a visão das pessoas torna-se progressivamente enevoada com uma perda gradual de nitidez.

Em casos de pessoas que usam óculos (com graduação positiva) um dos sinais da presença de catarata é o facto do paciente referir que passou a ver melhor à distância sem óculos do que com eles colocados. As queixas derivadas da presença de cataratas são agravadas em ambientes mais escuros (condução) ou de grande claridade (sensibilidade à luz) e dificuldades com a perceção das cores.

 

Diagnóstico

Durante o exame de Optometria realizado na CentralÓpticas é possível detetar as cataratas, pois é feita a observação do cristalino utilizando uma lâmpada de fenda e ver se existe opacidades além de que por vezes também são determinadas pelas queixas dos pacientes.

 

Prevenção

No caso da catarata senil deriva de vários fatores, mas pode-se de algum modo prevenir ou atrasar o seu aparecimento.  A proteção contra a exposição à luz solar com a utilização de óculos de sol que bloqueiam as radiações UVA e UVB , a diminuição de exposição exagerada ao sol ou a utilização chapéus de abas largas, podem prevenir o aparecimento das cataratas. 

Hábitos como beber bebidas alcoólicas em exagero ou fumar devem ser evitados. Uma alimentação rica em beta caroteno e/ou vitamina C presentes por exemplo nas cenouras, nas laranjas e nos brócolos, pode retardar a catarata.

 

Tratamento

O tratamento da catarata é exclusivamente cirúrgico, pois consiste na sua extração e atualmente as técnicas modernas oferecem resultados ótimos. É retirado o cristalino opacificado e colocada uma lente intraocular que na maioria dos casos provoca uma atenuação dos erros refrativos associados (por exemplo, miopia, hipermetropia. Assim, depois de uma cirurgia da catarata, é comum uma menor dependência de graduação.

 

Quando devo ser operado?

Não existe nenhum critério, apenas depende das circunstâncias em que cada pessoa se encontra.  Sabemos que as cataratas de alguma maneira retiram qualidade de vida, pois a resultante diminuição de visão interfere comas as tarefas o dia-a-dia, quer na leitura, na condução, para cozinhar ou ver televisão, impedem de realizar uma vida independente e normal. Salvo algumas exceções em que a cirurgia da catarata deve ser realizada de forma a prevenir complicações, recomenda-se consultar um profissional da visão.

Seleccione um ponto de entrega